Entrevista com a vereadora Rute Costa

news1

Rute Costa foi eleita vereadora pelo município de São Paulo com 33.999 votos. Ela compõe o time de mulheres que ajudam a governar a maior cidade do País. Após um mês de mandato Rute foi eleita Presidente da Comissão da Saúde, Promoção social,Trabalho e Mulher. Uma de suas primeiras ações foi renunciar ao aumento de salário votado pela gestão anterior.

Ficou surpresa com o apoio que recebeu nas urnas?

Com certeza, foi uma votação expressiva; nossa campanha aconteceu de forma leve, ética e tranquila.

Chegou a pensar que não seria eleita?

No momento em que os pastores indicaram minha candidatura, entendi que era um plano de Deus para minha vida. Calcada nesse pensamento pensei: se for o plano dEle, vai acontecer.

Onde concentrará os seus esforços neste primeiro ano do mandato?

Vou ajudar regularizar a situação das igrejas por causa da Lei de Zoneamento Municipal, que obriga os imóveis a terem percentual mínimo de terreno com cobertura vegetal, acessibilidade dentre outros pontos que a lei contempla. Outros projetos entraram em evidência simultaneamente, como, por exemplo, extensão do uso do Bilhete Único no fim de semana com tarifa diferenciada para os paulistanos ter qualidade de vida, a fim de irem ao parque com suas famílias dentre outras coisas. Há defasagem de creches e muitas crianças não têm onde ficar durante as férias, porque suas mães trabalham. Vou dar atenção a esses problemas.

A presença de mulheres na Câmara aumentou. Qual sua avaliação?

Isto é um reflexo da sociedade. As mulheres são mais ativas; elas se lançam no mercado e vão atrás para sustentar seus filhos, sua família; existem lares sem a figura do pai e as mulheres estão mais aguerridas. Um estudo que tive acesso mostra que hoje as mulheres estão mais interessadas em crescer, procuram melhor colocação, estudam mais, buscam aprender um idioma; então tudo isso refletiu esta mudança social.

O número de evangélicos aumentou na Câmara. Qual sua opinião?

Acredito que existe uma retomada da sociedade pelo que é tradicional e formal. Houve uma onda de liberalidade muito forte e a sociedade não gostou disso. Em muitos municípios o número de evangélicos aumentou; então há um questionamento nacional: Devemos ter todo esse liberalismo ou temos que voltar para o tradicional, à família, que é o pino central da nossa sociedade? Então existe sim um olhar para a família, para a educação tradicional.

O que a sociedade e os evangélicos podem esperar de seu mandato?

Espero em Deus fazer um bom mandato e a igreja e a sociedade podem esperar que uma serva de Deus estará batalhando e defendendo a bandeira do nosso ministério.

 

A TV AD Belém

O departamento de comunicação da Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério do Belém, localizado na igreja sede, atua desde 2003 realizando as filmagens dos cultos e eventos. Primeiramente, dispúnhamos de 2 (duas) câmeras de filmagem e o processo era o de gravação em fitas. Eram reproduzidas, gravando em outras tantas, conforme fosse a necessidade. Esses procedimentos eram demorados e não havia outros recursos. Posteriormente, com o desenvolvimento do trabalho, adquirimos computadores, mesa de edição, gravador de DVD, etc.

Vamos Curtir?

IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM
RUA CONSELHEIRO COTEGIPE, 273 - CEP: 03058-000
TELEFONE (11) 2796-9122

TV AD Belém, todos os direitos reservados & Desenvolvido por